sexta-feira, 15 de novembro de 2019

Taylor Swift é proibida de cantar suas músicas antigas e desabafa.


Nomeada como a artista da década, Taylor Swift planejava cantar suas antigas músicas no American Music Awards.

                     Resultado de imagem para taylor swift

 E a briga entre Taylor Swift e seu ex-empresário, Scooter Braun, parece estar longe de acabar. Se você acompanha a cantora sabe que a diva está em uma batalha com o seu ex-empresário em busca pelos direitos autorais de suas canções, mas acontece que Braun está “prendendo” todo o repertório de Taylor desde o primeiro disco até “Reputation”, lançado em 2017. Depois de muita discussão, a cantora e o ex-empresário chegaram em um acordo que condiz em que Taylor poderá regravar todos os seus álbuns em 2020, mas precisamente em novembro e assim voltará a ter o poder sobre as suas músicas. Após alguns meses de silencio, Taylor Swift voltou a falar sobre o assunto, fazendo um desabado no Twitter. 
"Eles alegam que assim eu estaria regravando minha música antes que eu tenha permissão para fazer isso no ano que vem (…) Scott Borchetta disse à minha equipe que eles me permitirão usar minha música apenas se eu fizer o seguinte: Se eu concordar em não regravar versões copiadas das minhas músicas no próximo ano (que é algo que eu tenho permissão legal para fazer e estou ansiosa) e também disse à minha equipe que eu preciso parar de falar sobre ele e Scooter Braun (…) A mensagem que está sendo enviada para mim é muito clara. Basicamente, seja uma boa menina e cale-se. Ou você será punida”, escreveu.
Taylor Swift foi nomeada a artista da década e pretendia apresentar suas canções antigas na premiação. Além disso a cantora também foi impedida de usar seu antigo repertório em documentário da Netflix sobre a sua vida. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

FALE CONOSCO

Nome

E-mail *

Mensagem *